30 de outubro de 2013

Acidente

Há horas na nossa vida que somos tomados por uma enorme sensação de inutilidade, de vazio. Questionamos o porquê de nossa existência e nada parece fazer sentido.
Vimos por meio desta mensagem mostrar o nosso profundo sentimento pelo ocorrido. Infelizmente nem tudo acontece como imaginamos.
Manter a confiança torna-se tarefa complicada quando o futuro nos parece tão incerto.
Tudo a nossa volta parece sem sentido e penoso, falta coragem para os mínimos atos. Emoções  misturam-se, num instante a revolta, a descrença, a vontade de gritar sem parar e noutro momento, reina a melancolia, o pranto, a vontade de desistir.
E a cada manhã, travamos uma intensa luta para nos levantarmos e principalmente nos mantermos de pé.O sofrimento é imenso,que fica complicado até para compartilhar, faltam palavras para expressá-lo.
Tristes e cabisbaixos rompemos com a fé, físico e espírito se abatem e por mais que ouçamos falar da esperança, fica a sensação de que recomeçar é impossível. Ficam os nossos pêsames para toda a família da vitima do acidente no porto de Aveiro. Deixamos também as melhoras ao colega que operava a máquina quando se deu o acidente, pois este continua em estado de choque e com muita dificuldade em lidar com a situação.

2 comentários:

Manuel disse...

Meus Caros Amigos Estivadores de Aveiro,

Em primeiro lugar os meus Pêsames aos familiares da pessoa falecida.

Em segundo lugar um grande abraço solidário para com os meus colegas de Aveiro e em especial o operador da máquina.
Todos nós que operamos máquinas portuárias temos consciência que existem riscos e muitos, ainda por cima se somarmos as questões relativas aos peões.

Um Abraço,
Manuel

EstivadoresAveiro disse...

É realmente assim Manuel,
os riscos estão sempre presentes quando operamos máquinas pesadas. É de lamentar este ou qualquer outro acidente que aconteça. Por agora vamos tentar ajudar o nosso amigo, para que este possa um dia voltar ao serviço.

Abraço
O.Miguel