22 de abril de 2015

21 de abril de 2015

Estrategas...

AE
Quem não leu o documento não deve acreditar.
Mau demais para ser verdade...e assinado por quem o assinou...
E os mesmos continuam a trabalhar para essa gentalha.

11 de abril de 2015

Da grua...

Carga de pacotão de cimento no porão numero dois...fase final da operação.
 


DIA DO PORTO DE AVEIRO CELEBRADO COM MÚSICA

A exemplo do que tem sucedido nos últimos anos, também em 2015 o Dia do Porto de Aveiro será celebrado com música.
A 18 de Abril no Centro Cultural da Gafanha da Nazaré, Rita Redshoes abrilhanta o Concerto Comemorativo do Porto de Aveiro, apresentando “Life is a Second of Love”, espectáculo antecedido pela actuação do Grupo Coral do Porto de Aveiro.
Início marcado para as 21:30, com bilhetes ao preço simbólico de 3,50€, destinando-se, as receitas, ao Centro de Acção Social do Concelho de Ílhavo (CASCI).
 

Portos nacionais crescem 3,4% e registam melhor acumulado Janeiro-Fevereiro de sempre

Depois de um mês de Janeiro menos positivo, Fevereiro tratou de colocar o sistema portuário nacional novamente na rota dos recordes. Assim, nos dois primeiros meses do ano, os sete principais portos do Continente movimentaram 13,3 milhões de toneladas, mais 3,7% que em igual período de 2014, no valor mais elevado de sempre nos períodos homólogos.
Segundo os dados divulgados pelo IMT, o crescimento registado foi impulsionado pelo "comportamento dos portos de Figueira da Foz, Sines e Leixões, que registaram, respetivamente, variações positivas de +16,7%, +7,2% e +5,7%", o que contrastou com as quebras em Viana do Castelo (-9%), Lisboa (-7,6%), Aveiro (-1,5%) e Setúbal (-0,6%).
Destaque para o segmento dos contentores, que atingiu os 381,7 mil TEU's, mais 4,5% que o valor de janeiro-fevereiro de 2014, registando também o valor mais elevado de sempre nos períodos homólogos. "A marca de melhor período janeiro-fevereiro de sempre verificou-se nos portos de Figueira da Foz, Sines e Setúbal, em resultado de variações positivas, face a 2014, de, respetivamente, +50%, +7,2% e +5,7%. Merece particular destaque o porto de Lisboa que registou um crescimento de +13,6%. Neste período e face a igual período de 2014 o porto de Leixões registou uma quebra de -7,3%", pode ler-se no documento do IMT.
Sines continua a dominar, representando mais de 50% do total de TEU movimentados no sistema portuário nacional.
Para além dos contentores, houve variação positiva de +8% nos Granéis Líquidos, de 1,1% na Carga Geral e e de 1,5% nos Granéis Sólidos.

6 de abril de 2015

Braga da Cruz acredita que porto de Aveiro tem potencial para ser mais competitivo

Braga da Cruz substituiu José Luís Cacho à frente da Administração do Porto de Aveiro (APA) e, numa das suas primeiras intervenções enquanto líder do porto aveirense, mostrou-se confiante no futuro do porto que agora gere, o qual conta com  "um comprimento de cais para acostar navios bastante elevado e uma riqueza única no panorama portuário nacional que são os terraplenos para mercadorias".
O novo presidente do porto de Aveiro destacou a importância de investir e atrair clientes: "Agora precisamos de equipamentos e clientes, sendo que estes decorrem da atividade económica. Servimos o noroeste peninsular e só captaremos mais carga se oferecermos melhores condições, será uma luta permanente".
Braga da Cruz realçou ainda o prolongamento da barra, que permite a entrada de navios de 160 e 170 metros, referindo que "é um potencial que exige que o porto demonstre a sua fiabilidade, já que a permanência destes navios é cara. Este desafio tem vindo a ser superado, continuamos a evoluir passo a passo, ajustando o equipamento, quer humano quer material".
A nova administração quer também "tornar o porto cada vez mais competitivo", dando maior capacidade de movimentação, de armazenagem e de desburocratização através de sistemas de informação, podendo assim "apresentar melhores soluções aos seus clientes".
A tutela pediu "para conhecer a realidade e depois ponderar como colocar Aveiro em sintonia com as linhas de desenvolvimento do sistema portuário, vendo o que é mais necessário para tornar Aveiro mais eficiente", numa período que tem sido marcado por recordes de movimentação de cargas.
As dragagens são apontadas como "necessidades permanentes", estando ainda previstas intervenções na ligação da via férrea aos terminais de granéis sólidos e liquidos e dos próprios terminais.
"O nosso desafio é muito mais nos sistemas de informação, na fluidez da informação do transporte marítimo, potenciando a ´janela única portuária´ para agilizar o fluxo documental que acompanha as mercadorias", vincou Pedro Braga da Cruz.
O presidente da APA mostra-se também satisfeito com o momento de paz social no trabalho portuário, considerando que isso "contribui com a sua quota parte para o desenvolvimento do porto".

cargo

3 de abril de 2015

Container Crane panamax Operations (video speed x2)

                              

Xadrez no cais

Ritmo de trabalho elevado no pacotão de cimento deixa marcas no chão a fazer lembrar um tabuleiro de xadrez.


Fogo na montanha...fumo à beira mar





Carregadores de todo o mundo, unidos na GSA

O Conselho Europeu de Carregadores (ESC), a Associação de Carregadores da Ásia (ASA) e a Associação Americana dos Exportadores e Importadores (AAEI), da América do Norte,  decidiram unir-se numa única organização: a Global Shipper’s Alliance (GSA).O protocolo, assinado Surabaia (Indonésia), prevê a cooperação no transporte aéreo e marítimo, bem como na área aduaneira. O objectivo da nova entidade é representar os interesses dos carregadores de todo o mundo, já que a América do Sul e África estão a analisar o dossier.A GSA pretende iniciar um diálogo “construtivo” com os estados, as organizações internacionais, as ONG e todas as associações ligadas aos transportes e à logística, no sentido de potenciar o crescimento económico mundial.Os temas que a GSA pretende discutir são, entre outros, “uma tarifação equitativa do transporte marítimo e aéreo, as sobretaxas, uma concorrência sadia, as normas aduaneiras e de segurança, uma padronização que facilite o intercâmbio de dados, as THC e a qualidade do serviço no transporte internacional”, de acordo com o comunicado emitido a propósito. transportesenegocios

Dunquerque também quer receber mega-navios

A União Europeia vai financiar, com 550 mil euros, os estudos técnicos para a melhoria das acessibilidades marítimas do porto de Dunquerque, que permita operar ali navios de grandes dimensões. O projecto do porto francês prevê dragar o canal de navegação até aos 18 metros de profundidade e alargá-lo para os 240 metros, além de dragar e ampliar a bacia de rotação para os 650 metros.A concretizarem-se estes melhoramentos, o porto de Dunquerque, localizado a apenas dez quilómetros da fronteira belga, poderá fazer concorrência a Antuérpia, o maior porto bega, distante uns 160 quilómetros.As autoridades do porto de Dunquerque têm, aliás, outros planos de expansão. Um é a reconfiguração do Flanders Container Terminal, aumentado a sua capacidade em 50%. E outro passa pela construção de um novo cais no Western Bulk Terminal para melhorar o transbordo de granéis sólidos. transportesenegocio 

22 de março de 2015

ADIG dá nota positiva a teste de descarga de petcoke

A Associação para a Defesa dos Interesses da Gafanha esteve representada na verificação da operação de descarga de Petcoke no Porto de Aveiro. Humberto Rocha, Presidente da ADIG, assume que “ficou mais tranquilo” com as medidas adoptadas mas voltou a lembrar que “é indispensável” a colocação de uma barreira contra os ventos dominantes de Norte e Noroeste. Os representantes da Cimpor terão garantido que iriam estudar tecnicamente esse projecto.
Os dirigentes associativos estiveram no Porto de Aveiro onde constataram a presença de uma embarcação de porte mais reduzido “sendo depositado menos produto no cais”. “A descarga fazia-se cuidadosamente, levando o balde da grua até ao contacto com a pilha e só depois era aberto e, ao mesmo tempo, era para aí direcionado um jato de água de alta pressão para evitar as poeiras. Simultaneamente havia um canhão de água pulverizada, a funcionar continuamente, sobre a pilha de Petcoke, evitando a dispersão de partículas. Os camiões, de imediato, eram cobertos, evitando perdas pela estrada. As rodas dos veículos serão lavadas, mas com o cuidado de evitar escorrências para a Ria”.
A ADIG afirma que se todas as manobras de carga e descarga do Petcoke continuarem a ser feitas desta forma “haverá uma melhoria substancial na qualidade de vida das populações”, congratulando-se com a presença de um funcionário da Cimpor em permanência, a fiscalizar todas as etapas do processo e da garantia, dada pelo Dirigente da Socarpor, de que tudo será feito para cumprir com as normas de movimentação deste tipo de produtos.

18 de março de 2015

APP e AGEPOR assinam Protocolo sobre Estatísticas Portuárias

A Associação dos Portos de Portugal (APP) e a Associação dos Agentes de Navegação de Portugal (AGEPOR) assinaram um protocolo de colaboração para a criação de uma inovadora ferramenta de informação estatística dos portos, que congrega pela primeira vez online a informação relativa ao movimento de cargas e navios de todos os portos portugueses.
Com esta ferramenta os portos e os agentes de navegação passam a ter acesso online aos dados estatísticos globais do movimento dos portos Portugueses, facilitando o estudo, a tomada de decisão e o desenvolvimento de estratégias visando atrair mais serviços de transporte marítimo para Portugal e promover a eficiência e a redução de custos através da melhoria das condições de funcionamento do mercado.
Este protocolo insere-se no programa de medidas que têm vindo a ser implementadas pela APP no âmbito do programa de redução de custos para a exportação e incremento da transparência e funcionamento do mercado nos portos portugueses.
Do lado da AGEPOR trata-se de concretizar a muito antiga ambição de proporcionar aos seus associados esta ferramenta que lhes é tão essencial e que promove a concorrência e competitividade.

Carga de pellets

Fotos mostram uma carga de pellets feita no terminal norte do porto de Aveiro, pela empresa de estiva AVEIPORT. Momento em que é realizado o trimming da carga ( acomodação da carga nos compartimentos do navio para que o mesmo fique sempre aprumado. )




Delegação dos Portos de São Tomé e Príncipe no Porto de Aveiro

Dois representantes da Empresa Nacional de Administração dos Portos de S. Tomé e Príncipe (ENAPORT), estiveram de visita ao Porto de Aveiro.
A delegação, que integrava Alexandre Guadalupe (Director-Geral) e Osvaldo Ceita (assessor da Direcção-Geral), foi recebida pelo pleno do novo Conselho de Administração da APA, S.A.
Com Braga da Cruz, João Borges, Luís Leal e Olinto Ravara, a que se juntou José Mota (responsável pela operação portuária da APA, S.A), os visitantes abordaram diversas áreas de interesse comum tendo em vista uma colaboração futura, em linha com o que já vem sucedendo no âmbito da Associação dos Portos de Língua Oficial Portuguesa (APLOP).
Recorde-se que tanto o Porto de Aveiro como a ENAPORT integraram o núcleo de fundadores desta associação de âmbito intercontinental.
portodeaveiro